Fique bem informado!

Loading...

segunda-feira, 30 de maio de 2011

TEORIA SÓCIO-INTERACIONISTA – LEV VYGOTSKY

O sócio-interacionismo surge da ênfase no social. Os estudos de Vygotsky sobre o aprendizado decorrem da compreensão do homem como um ser que se forma em contato com a sociedade. “Na ausência do outro, o homem não se constrói”.
Para Vygotsky, a formação se dá numa relação dialética entre o sujeito e a sociedade a seu redor – ou seja, homem modifica o ambiente e o ambiente modifica o homem. Para ele o que interessa é a interação que cada pessoa estabelece com determinado ambiente, a chamada experiência pessoalmente significativa.
Outro conceito-chave da teoria de Viygotsky é a mediação. Segundo a teoria Viygotskiana, toda relação do indivíduo com o mundo é feita por meio de instrumentos técnicos e da linguagem – que traz consigo conceitos consolidados da cultura à qual pertence o sujeito.
Todo aprendizado é necessariamente mediado – e isso torna o papel do ensino e do professor mais ativo e determinante – para quem cabe a escola facilitar um processo que só pode ser conduzido pelo próprio aluno. Segundo Vygotsky  o primeiro contato da criança com novas atividades, habilidades ou informações deve ser a participação de um adulto. Ao internalizar um procedimento, a criança “se apropria” dele, tornando-o voluntário e independente.
O ensino para Vygotsky, deve se antecipar ao que aluno ainda não sabe nem é capaz de aprender sozinho, porque, na relação entre o aprendizado e desenvolvimento, o primeiro vem antes. É a isso que se refere um de seus principais conceitos, o zona de desenvolvimento proximal, que seria a distância real de uma criação e aquilo que ela tem o potencial de aprender. Em outras palavras, a zona de desenvolvimento proximal é o caminho entre o que a criança consegue aprender sozinha e o que ela está perto de conseguir fazer sozinha.

FRASES DO AUTOR:

“Na ausência do outro, o homem não se constrói”.
“O saber que não vem da experiência não é realmente saber”.
“O caminho do objeto até a criança e desta até o objeto passa por outra pessoa”.

  Referencia Bibliográfica:

Revista Nova Escola - Grandes Pensadores. Edição Especial de N° 19, Editora Abril. 

11 comentários:

  1. Adorei o texto me fez relembrar os estudos que fiz por volta de 1999 quando estudei um pouco mais sobre os teóricos da educação. Fantástico!!!

    ResponderExcluir
  2. Me ajudou muito, texto de fácil entendimento.

    ResponderExcluir
  3. queria saber alguns pontos negativos na teoria de vygotsky.
    me ajudem por favor :D

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo resumo, muito útil como apontamento. Me ajudou a revisar os princípios que eu precisava relembrar para meu planejamento pedagógico. Valeu!

    ResponderExcluir